quarta-feira, 4 de março de 2009

Venham

Esses dia chuvosos são um belo convite a uma permanência maior deitado.
Sentia uma preguiça tremenda em ter que levantar e enfrentar o dia que se inicia.
Dias chuvosos o fazem rememorar dos momentos agradáveis que passara em sua casa.
Realmente o novo é um grande estímulo.
Mas algumas boas lembranças tornam seu passado inesquecívelmente terno.
Diante das obrigações levantava sem pestanejar, mesmo com seu corpo pedindo clemência por mais alguns momentos deitado.
A vida de hoje não permite que a preguiça seja dona do seu tempo.
Suas obrigações tornaram-no mais inquieto do que o normal.
Hoje não se permite a pensar apenas em suas obrigações.
Dispensa mais tempo a conferir as obrigações alheias do que as suas.
Ritos de um novo tempo.
Isso se tornara uma de suas obrigações.
Pensar no coletivo é algo nobre.
Realizar suas obrigações também o é.
Pensa que muitas pessoas deveriam mesmo realizar com mais atenção as suas.
Gosta de observar as condutas alheias e convenientemente assimilar o que lhe parece de bom grado.
Muitos o subjulgaram por achar que não possuia um olhar mais crítico sobre suas obrigações, quiçá analisar as obrigações alheias.
Surpreender é um grande trunfo.
Sabe disso e sempre que possível faz o impossível para a surpresa de todos.
Como ouvira desde criança: "besta é quem pensa que ele é besta!".
Que venha mais um novo dia com muitas surpresas!

2 comentários:

Hérlon Fernandes Gomes disse...

Como sempre é bom revisitar suas atmosferas literárias, amigo! Adorei o texto! Abração.

eueueu disse...

Sempre peligroso! Atorooooo! Supreenda-se! Saudades.

FEEDJIT Live Traffic Map

FEEDJIT Live Traffic Feed