quarta-feira, 9 de julho de 2008

Do nada para o mundo


De repente vem um "soprinho" de força para voltar a caminhar.
Desde que não passe logo, ele irá usufruir dele como fonte de vida.
Não havia feito uma compreensão lógica sobre mudanças de humor repentinas.
De certo que os problemas se faziam mais presentes nessa hora, mas depois eles perdem a força do sentido.
Há momentos em que existe a impressão de um tipo exclusão da vida, e isso se torna mais forte do que deveria ser.
Sente-se ceifado de momentos que deveria aproveitar.
Mas da mesma forma que vem, se vai.
Não iria ficar pensando nisso com um interesse descomunal.
Não queria se desgastar pensando no "não ser".
Hoje seria mais um dia, porém um novo dia.
Assim deve pensar e ser.
Clareando idéias antes obscuras por uma névoa irracional.
Faça de seus desejos o tempero da vida e vá a luta.
Lembre de suas convicções e as torne verdade.
Que se levante e seja forte.
Fuja de um altruísmo barato e busque sua essência.
Assim será.
Deverá tatuar isso na alma, para cada vez que se sentir mal, lembrar que já foi forte.
Que é forte.
O novo causa uma certa estranheza por sua indefinição.
Será que dará certo?
Tudo mudará para melhor ou pior?
Não deveria fazer esses questionamentos.
Eles impressionam e podem fragilizar.
Enfrente e viva.
Lembre disso, do que lhe renova e dá força.
Esses momentos são recheados de inspirações obscuras.
Tornar-lo-ia indiferente ao que era necessário ser atencioso.
Não mais por hoje pensará em imposições.
Não nas desmedidas imposições sobre si mesmo.
Sabe por demais que não é criminoso de sua sociedade.
Nem de seus pensamentos.
Hoje é dia de se levantar.
Fazer de propósitos uma obstinação real.
Que venha tudo denovo.
Está de pé e não deverá parar por um bom tempo.
Não pode parar.
E nem vai.

3 comentários:

Rodrigo Oliveira disse...

Li e comentei o post de 6 de julho antes de ler esse. Fico feliz em saber que estava certo quando disse que 'por hoje ele irá dormir, mas sabe que amanhã acordará melhor' e foi o que aconteceu por aqui ;D O que te deixa trancafiado em pensamentos pequenos ontem é simplesmente a preparação pro pensamento grande. Para aquela força que brota do nada na gente. E cresce do nada. Revigorante! Post de cabeceira, digamos. Essencial!

Hérlon Fernandes Gomes disse...

Lembrou Belchior: "O passado é uma roupa que não nos serve mais...". Gosto dessas suas incursões ao fundo da mente; confundem nossas escolhas, mas isso é bom, tem um gosto de feitiço! Abraços.

eueueu disse...

Depois da tempestade, as nuvens se abrem e o sol surge, para transformar a noite em dia, o escuro no claro. Aí é hora mesmo de levantar e erguer a cabeça e continuar. Sabe a força que tem. Faça do seu dia algo mais e cresça com isso. bjooo!

FEEDJIT Live Traffic Map

FEEDJIT Live Traffic Feed