segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Amigos

Sentia-se longe de algumas partes de si.
Sentia-se longe de pessoas que fazem parte dele.
Sente-se um tipo autônomo dependente.
Procura resolver seus problemas rotineiros sozinho.
Mas a saudade quando aperta, faz seu coração ficar pequeno.
Fica a viajar pelas lembranças dos que estão longe.
Ele está longe de sua origem.
Sente-se um cidadão do mundo.
Querendo sempre conhecer mais lugares.
No distante, encontrou pessoas de longe também.
Pessoas que nunca cruzariam seu caminho.
E que agora o ajudam a seguí-lo.
Mudar o tornou mais independente.
Mais astuto.
Mais amável.
Mais cruel.
Lembrava dos momentos de alegria.
Onde podia rir com os seus amigos.
Lembrou dos desabores que passou juntos a eles.
Eles estavam sempre próximos para ajudá-lo.
Ele procurava estar sempre próximo para ajudar.
Lembrava dos amigos que havia deixado em sua terra.
Daqueles que mesmo sem laços sanguíneos haviam se tornado a sua família.
Gostaria de celebrar cada um deles.
Pois todos foram, e ainda são importantes.
Possui amigos que nunca viu.
Olhava para o céu e agradecia por cada amizade.
Ele realmente havia sido abençoado.
Cada amizade acrescentava algo de especial ao seu ser.
Essas pessoas tão especiais o faziam ficar mais perto de sí.
Que continue sendo assim.

Um comentário:

Rodrigo Oliveira disse...

amizade é assim, tem uma força incomum sobre nós. a presença de um amigo é capaz de mudar aquele dia ruim e/ou simplesmente nos fazem esquecer do mundo naquela cumplicidade que só existe entre eles...ter bons amigos é ter benção na vida. "Possui amigos que nunca viu." e eu juro que isso tá perto de acabar! hahaha! um grande abraço!

FEEDJIT Live Traffic Map

FEEDJIT Live Traffic Feed