terça-feira, 18 de agosto de 2009

Pensando no hoje.

Dai o que precisas.
Porque tudo que necessitas nem sempre depende propriamente das suas vontades.
Fuja do que o flagelas.
Nem sempre é necessário ficar a sentir o desagradável, apenas por imaginar que isso se faz necessário para algum tipo de aprendizado.
Pense no que o engrandece.
Faz parte da vida, nas reflexões de cada um pensar que estar sempre a tentar fazer o bem, se auto-analisando, para que possas ser uma pessoa melhor para si e para o mundo.
Respeite quem o ensinas.
As pessoas nem sempre dão ouvidos a quem as ensina, seja o significado de uma simples palavra, seja algum tipo de conhecimento útil a vida.
Lembre daqueles que sempre recordam de sua presença.
As vezes as pessoas mudam de ares, de ligações e vontades, e não é justo para aqueles que sempre o celebram e fazem questão de sua presença.
Ser fraco também e ser forte.
Admitir-se fraco em algumas situações, põe em questionamento sobre quem és e o que pode ser melhorado. Muitos se dizem fortes e corajosos, mas são covardes em suas auto-críticas.
Perdoar é caminho de crescimento espiritual e moral.
Nem sempre o perdão e caminho para aqueles que se sentem flagelados. Seria simples perdoar e colocar o passado em uma página amassada, o orgulho é uma reflexão justa porém incauta.
Pensar em um mundo melhor tentando mudar algo em si, faz parte da mudança de um todo.
Mudar algumas atitudes para uma consciência mais "ecológica" ou social, traz ganhos no quesito "exemplos" a serem seguidos e qualificam mais pessoas a seguir pensamentos que privilegiem o todo.
Enfim, pensar as vezes faz bem.

2 comentários:

Ediane Soares disse...

às vezes é bom pensar... sim! ás vezes...

:)

Lindo Poeta!

Edi.

Hérlon Fernandes Gomes disse...

Você e suas questões imateriais que somente o íntimo pode nos dar a verdadeira resposta! Adoro suas "divagações", amigo! Belo texto!

FEEDJIT Live Traffic Map

FEEDJIT Live Traffic Feed