segunda-feira, 31 de março de 2008

Um novo dia.


As vezes um novo dia começa na noite anterior.
Ele tentou colocar a cabeça no travesseiro e pensar no amanhã onde podia ser outra pessoa.
Ser diferente do hoje.
Do que era antes, ou do que ainda o é.
Pensar que ainda dá tempo.
Sempre há tempo.
O dia começa cedo e contemplativo às suas novas aspirações.
Nas preocupações de outrora, porém com um ar revigorante.
Sim...
Sim, Senhor! Sente-se outro.
Ele se sente renovado para caminhar pelos mesmos caminhos, entre as mesmas pessoas.
Querendo que esse sentimento revigorante dure.
Que dure o bastante para poder mudar alguns cursos.
Alguns paradigmas...
Sentindo-se único e imponente.
Sentindo-se forte denovo.
Não, não havia se esquecido dos problemas reais do dia-a-dia.
Queria só se sentir mais forte.
Começar o dia como sempre.
Mas como outra pessoa.
O café de sempre.
Mas com um gosto mais saboroso.
Tudo por sentir-se melhor.
Mais forte.
O que nos padece adiante nos fortalece.
Aquele mesmo estalo, aquela mesma sensação de mudança, de uma força viril interior.
O dia se vai, e a noite cai...
Uma nova noite.
Era o que ele queria, uma nova noite sentindo-se renovado.
Ele não estava a pedir outros para si, pedia apenas o novo em si mesmo.
Olhando para o céu e percebendo-se novo.
Assim como um novo dia.
Um novo ser em si mesmo.
Uma nova noite.

Um comentário:

Hérlon Fernandes Gomes disse...

O grande desafio é encontrar essa renovação cotidiana; é conseguir viver a mesmice sem monotonia. A vida é um grande desafio diário. Precisamos não banalizar as coisas simples, só assim não nos frustraremos... Belo texto.

FEEDJIT Live Traffic Map

FEEDJIT Live Traffic Feed